Educação Financeira dos Filhos


Seis dicas práticas para a educação financeira dos filhos


Achei super importante esta pauta e resolvi compartilhar, afinal nos Pais sempre buscamos a melhor forma para fazer com eles se conscientizem de como pode economizar para comprar determinado brinquedo, ou outra coisa. Com isso aprende a dar mais valor ao dinheiro.
Aqui temos um cofrinho onde ele coloca as moedinhas que ganha para poder comprar um brinquedo legal no final do ano, e tem dado certo.

A educação dos filhos não é uma missão fácil. Envolve atitudes como orientar sobre o que é certo e errado, estabelecer regras de comportamento e convivência e instruir sobre boas maneiras. Entre os ensinamentos, também está a tarefa de explicar à criança o significado e o real valor do dinheiro, mostrando como é importante saber administrá-lo corretamente. Usando técnicas e metodologias do coaching, a Sociedade Brasileira de Coaching preparou algumas orientações que auxiliam no desenvolvimento de habilidades e competências e podem auxiliar os pais a adotar hábitos para incrementar a educação financeira das crianças.

Explique o valor do dinheiro - Crianças não possuem discernimento para distinguir o que é muito ou pouco dinheiro. Por isso, é necessário explicar o valor de cada objeto de maneira simples para que elas possam compreender a importância de não gastar com coisas supérfluas. Uma das formas de iniciar essa explicação é sentar-se com a criança e mostrar as diferenças entre cheque, cartão de crédito e débito e quais são os melhores momentos para utilizar cada um desses recursos.

Presenteie só em datas especiais - Dê presentes apenas em datas especiais, como aniversário, Dia das Crianças e Natal, para evitar que o pequeno queira mimos frequentemente. Essa medida é fundamental para o treinamento e desenvolvimento dos filhos.

Dê o exemplo - Seja sempre um exemplo para a criança. De nada adiantará ensinar a ela sobre como fazer um bom trabalho de administração de gastos, se você costuma estar sempre endividado. Garotos e garotas que convivem num ambiente cheio de dívidas acabam achando isso normal e tendem a reproduzir essa atitude com sua mesada e também na vida adulta.

Estimule a poupança - Incentive as mesadas e saia com seu filho sempre que for comprar algo, mostrando as diferenças entre os preços e o que ele consegue comprar com o dinheiro que recebe todo mês. Se o produto que ele deseja for mais caro que a quantia que tem em mãos, estimule a prática da poupança, deixando claro que, se ele realmente quiser aquele objeto, terá que economizar. Os pais também podem incentivar os filhos a poupar presenteando-os com cofrinhos, para que guardem o dinheiro que recebem de mesada ou eventualmente, com o objetivo de atingir a quantia necessária para adquirir determinado item.

Valorize o consumo consciente - É válido aconselhar o filho a anotar todas as compras que fizer, com o nome e o custo de cada produto. Esse simples hábito irá ajudar a criança a ter mais controle sobre suas contas e a verificar com quais artigos ela gasta mais dinheiro. “Esse treino comportamental, quando aplicado corretamente à rotina dos pequenos, traz ótimos resultados, principalmente com relação à responsabilidade financeira. Crianças que aprendem a conviver com o dinheiro se tornam adultos mais responsáveis e conscientes”, explica Villela da Matta, presidente da SBCoaching. Você pode estimular a criança a doar periodicamente itens que ela não usa mais. Assim, ela percebe que não precisa de muitos objetos materiais para ser feliz.

Estimule o desapego – Um excelente exercício é realizar um bazar ou colocar à venda na internet os brinquedos e roupas não usados há mais de um ano. “Deixe seu filho à frente do processo, desde a definição dos preços até a negociação. Assim ele começará a ter noções do valor de cada produto e treinará seu poder de argumentação”, orienta Villela da Matta, presidente da SBCoaching. Metade do dinheiro arrecadado deve ir para poupança e a outra metade poderá ser gasta com o que a criança preferir. “É mais fácil criar o hábito de guardar dinheiro desde cedo quando ainda não existe uma associação de dor ao poupar do que na fase na adulta”, aconselha o coach. 

Sobre a Sociedade Brasileira de Coaching – Pioneira e líder absoluta em Coaching no Brasil desde 1999, a SBCoaching é o maior centro de referência e excelência desse processo no mercado nacional, sendo a única a possuir cursos com metodologia exclusiva, reconhecida nacional e internacionalmente. Com mais de 15 mil alunos treinados, a empresa forma a maior comunidade de coaches (profissionais) do país. Conta, ainda, com uma equipe dedicada à Pesquisa & Desenvolvimento (R&D), responsável pela metodologia exclusiva e também pela fundamentação da prática e comprovações científicas da aplicação do Coaching. Com forte presença no mercado global, as soluções de alta performance oferecidas pela companhia estão presentes em mais de 60 países e já foram testadas e aprovadas pelas mais exigentes empresas do mundo, muitas das quais pertencem ao seleto grupo da FORTUNE 500. Suas soluções, produtos e serviços de Business Coaching utilizam metodologias desenvolvidas por Brian Tracy, uma das maiores autoridades em coaching do mundo. A instituição é a única a fazer parte do Conselho Consultivo da Harvard Business Review, importante publicação americana que aborda temas nas áreas de administração e negócios.

*Assessoria de Imprensa

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço pela visita, e se puder deixe seu comentário, vamos adorar!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...